Aconteceu nesta sexta feira, 13/02, na Associação de Municípios do Noroeste de Minas, a 142ª AGE que contou com a ilustre presença do Vice Governador, e ex presidente da AMNOR, Antônio Andrade,

prefeitos, vereadores  e lideranças regionais.

Na abertura da assembleia a Presidente Tânia Menezes, agradeceu ao Vice Governador, dizendo da honra para o Noroeste tê-lo como o “Governador” de Minas e da importância de seu encontro com os associados da entidade.

Em seu discurso, Antônio Andrade falou sobre a lista de prioridades apresentada pela Associação.

Entendemos que todas as reivindicações são justas. Todas serão pautadas e trataremos algumas como prioritárias. A instalação do hospital regional no Noroeste, do SAMU regional e a construção da ponte do rio São Francisco entre as cidades de Pintópolis e São Francisco são projetos essenciais para a região que terão todo o apoio do Governo”, destacou.

DEMANDAS DAS PRIORIDADES DO NOROESTE DE MINAS

  • Construção e instalação do Hospital Regional de Alta e Média Complexidade do Noroeste de Minas;
  • Construção da ponte sobre o rio São Francisco entre os municípios de Pintópolis e São Francisco;
  • Instalação e manutenção do SAMU regional;
  • Aquisição de uma escavadeira hidráulica para a AMNOR, para execução de obras de preservação ambiental;
  • Aquisição de um rolo-compactador para complementar a frota da associação (AMNOR);
  • Pavimentação de rodovias estaduais e pavimentação de estradas municipais visando o desenvolvimento econômico (diminuição nos custos de transporte) e social (maior integração regional);
  • Estadualização das estradas municipais.

OUTRAS SOLICITAÇÕES AO GOVERNO DE MINAS GERAIS

  • Manutenção e ampliação dos programas de revitalização e fortalecimento das Associações Microrregionais com: Colaboração para implantação de novos programas dentro das Associações visando o desenvolvimento integrado dos municípios associados, principalmente na modernização e ampliação da prestação de serviços na área de engenharia.
  • Liberação de recursos para o Projeto Minas Olímpica (Jogos da AMNOR)
  • Melhoria geral da infraestrutura aeroviária dos municípios da região.
  • Instalação de unidade do Corpo de Bombeiros em Paracatu, pois o processo para licitação da obra para adequação do espaço físico está dependendo de assinatura de Convênio com o Comando Geral do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.
  • Melhoria da atuação do Estado de Minas na educação da região, sendo:
    • Implantação de novos cursos, conforme a vocação econômica regional, para a UNIMONTES, campus de Paracatu e Unaí bem como instalação de campus da UNIMONTES em João Pinheiro;
    • Ampliação da estrutura da UNIMONTES em Urucuia com a implantação de novos cursos;
    • Construção, em parceria com os municípios, dos Campus da UNIMONTES que funcionam atualmente em espaços físicos alugados;
    • Criar a Superintendência de Ensino no município de São Francisco para atendimento aos municípios que atualmente são atendidos em Januária;
    • Apoio à Fundação Estadual Cai Martins, em especial o Centro Educacional do Urucuia, em Riachinho. Atualmente os recursos não estão sendo suficientes para o atendimento básico aos internos e a estrutura física carece de reformas.
    • Fomentação da Escola Agrícola de Natalândia
  • Melhoria na segurança pública da região, observando que a região tem fronteira com o Estado de Goiás e com o Distrito Federal, sendo:
    • Implantação de Delegacia Regional de Polícia Civil em João Pinheiro para atendimento aos municípios de João Pinheiro, Brasilândia, Lagoa Grande e Região;
    • Criação de CIA Independente de Polícia Militar em João Pinheiro;
    • Aumento do efetivo policial na região;
    • Construção de uma penitenciaria em Arinos;
    • Fornecer policiamento aos Distritos;
    • Construção e manutenção mais uma unidade para recuperação de menores infratores na região.
  • Melhoria do sistema de telefonia móvel tanto na qualidade dos serviços prestados pelas concessionárias existentes quanto no aumento do número de concessionárias. Atendimento com telefonia celular para os distritos dos municípios.
  • Construção da Sede do CONVALES (Consorcio Intermunicipal de Desenvolvimento e Saúde dos Vales do Noroeste de Minas).
  • Maior apoio financeiro do Estado de Minas para execução das obras de saneamento básico, em especial a construção de aterros sanitários.
  • Disponibilização não onerosa de espaços físicos e terrenos de propriedade do Estado de Minas que não estão sendo utilizados para os municípios que necessitarem.
  • Apoio ao turismo rural na região em especial a implantação de infraestrutura e abertura para visitação dos parques estaduais do noroeste.
  • Desoneração dos municípios através de revisão dos convênios tipo: EMATER, Judiciário, Polícias Civil, Militar e Rodoviária.
  • Construção de pontes municipais e intermunicipais, sendo prioritárias:
    • Ponte no Rio Preto ligando o distrito de Santo Antônio do Rio Preto (município de Dom Bosco) ao município de Paracatu;
    • Ponte no Rio São Miguel na rodovia municipal URM 160 ligando Uruana de Minas a Arinos;
  • Melhoria no atendimento à saúde sendo prioridades:
    • Implantação de UTI e hemodiálise no Hospital de João Pinheiro com objetivo de atendimento microrregional (João Pinheiro, Lagoa Grande, Brasilândia de Minas e Bonfinópolis de Minas).
    • Construção e manutenção de Clinicas Especializadas em Recuperação de Dependentes Químicos nos municípios de Paracatu, João Pinheiro e Unaí.
    • Construção de 01 Centro de Especialidade Regional, nas especialidades mais demandadas, estabelecendo vinculo e apoio matricial às Equipes de Saúde da Família.
    • Reforma, adaptação e ampliação de 04 estruturas hospitalares existentes e credencia-las com Hospitais de Pequeno Porte (HPP)
    • Implantação da Rede de Atenção às Urgências e emergências (RUE)
    • Construção de 01 Centro de Atenção Psicossocial Regional – III
    • Construção de dois Centros de Especialidades Odontológicas (CEO) Tipo II Regional
    • Construção de Unidades Saúde da Família
    • Construção do Hospital do Câncer do Noroeste de Minas
  • Demandas Regionais com necessidade de apoio e gestão do Governo de Minas junto ao Governo Federal
  • Homologação do Aeroporto de Paracatu para efetivo atendimento às necessidades regionais (início de voos comerciais já em 2015). Este processo está em estágio bem adiantado junto à SAC-PR.
  • Instalação de campus da UFU em Paracatu para atendimento à região noroeste com fornecimento de cursos conforme vocação econômica da região.
  • Construção de ferrovias para escoamento da produção e de um porto seco na região noroeste.
  • Agilizar o atendimento dos produtores rurais já cadastrados no programa “universalização” da CEMIG e disponibilização de energia de alta tensão aos produtores de toda a região.
  • Inclusão dos municípios na área de abrangência do Fundo Constitucional do Centro Oeste – FCO.
  • Implantação de Instituto Federal para atendimento educacional à microrregião de João Pinheiro, atendendo diretamente os municípios de Brasilândia de Minas, Bonfinópolis de Minas, Lagoa Grande e região.
  • Instalação de postos de atendimento de pelo menos um banco público federal em cada município (Banco do Brasil ou Caixa Econômica Federal) e;
  • Abertura do Parque Nacional Grande Sertão Veredas com infraestrutura para visitação.

Fonte: Ascom/AMNOR